[ editar artigo]

O LivMundi e a Década da Restauração

O LivMundi e a Década da Restauração

A Assembleia Geral das Nações Unidas nomeou o período de 2021 a 2030 como a Década da Restauração dos Ecossistemas. Devemos até lá remover da atmosfera vinte e seis giga-toneladas de gases de efeito estufa e restaurar ecossistemas degradados a um padrão que permita nosso planeta retomar a sua condição de regeneração plena.

Para atender a essa agenda, foi previsto que 2020 seria o ano para promover diversas iniciativas de estímulo a consciência socioambiental, preparando a humanidade para o período mais desafiador de toda a nossa existência. Esses planos, porém, foram suspensos.

Também fui pega de surpresa como idealizadora do LivMundi, movimento que visa desde 2016 democratizar assuntos conectados à causa socioambiental, em uma linguagem simples e acessível. Junto com os outros curadores, concluímos que mais que nunca é necessária que essa consciência socioambiental se torne valor e cultura em tempos ainda mais urgentes. Assim, entre os dias 3 a 9 de outubro, o Festival LivMundi inicia sua jornada em formato digital inédito. Em uma programação que reúne convidados como Bayo Akomalafe, Benki Piyãko, Carlos Nobre, Daniel Wahl, Fabio Scarano, Lygia Pereira, Marcos Palmeira, Monica De Bolle e Susan Andrews, entre outros, queremos revelar alternativas e histórias que nos conduzam a um novo momento, fazendo dessa crise um estado melhor e mais desejável. O Festival é, como em todos os anos, gratuito.

Um dos queridos parceiros dessa jornada, o líder indígena Ailton Krenak, argumenta que nós, humanos, estamos tão desconectados da natureza que chegamos ao ponto de a perceber como algo externo a nós; como se não fossemos poros e células do grande organismo vivo que é a Terra.

A partir dessa reflexão torna-se fundamental o trabalho de preservação e regeneração da nossa biodiversidade, a maior do planeta. A iniciativa liderada pelo Grupo Cataratas, patrocinador do LivMundi por meio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura - Lei do ISS, de lançar a Academia de Conservação é indispensável para atingirmos os importantes desafios que nos lançam a Década da Restauração dos Ecossistemas.

Por isso celebro o surgimento dessa comunidade colaborativa em prol da Conservação e convido a todos que aqui estão para o Festival LivMundi. Seguimos juntos!

Academia da Conservação
Ler conteúdo completo
Indicados para você